sábado, 20 de março de 2010

Mais Gulo Gulo e Galaxy Trucker

Esta semana novamente joguei Gulo Gulo com as meninas e desta vez os dedos fizeram diferença, mas apenas por que elas estavam mais dispostas a escutar as dicas de estratégia minha e da mãe delas. Jogamos duas partidas e a Julia ganhou a primeira e a Maria Fernanda ganhou a segunda.

Na segunda partida, no entando, surgiu uma situação constrangedora. A Julia, em uma das vezes em que acionou o alarme dos ovos, na hora de recolocar a vareta, tentou coloca-la de modo a prejudicar o próximo jogador, portanto, burlando as regras do jogo. Eu falei com ela a respeito disso (tudo bem, eu confesso, eu gritei) e ela saiu da mesa antes do final da partida. Em um jogo normal entre adultos, eu pararia o jogo e nunca mais jogaria (talvez nem olharia) para a pessoa que fez isso, mas estamos falando de uma criança de 10 anos, que embora já tenha um bom controle sobre algumas situações, está muito mais sujeita a uma reação deste tipo do que nós. Como lidar com isso? Continuei a partida normalmente para não penalizar os demais e não deixei a Julia fazer mais nada até terminamos aquela partida, sem Orkut, nem Wii e nem TV. Qual a opinião dos meus ouvintes (tem alguém por aí?)

Bem, de qualquer modo, na quinta-feira já estavamos em situação normal e aprovitando que meu irmão está de férias e de jogo novo, jogamos uma partida de Galaxy Trucker eu, ele e a Julia no meio da tarde. Eu tinha muita expectativa com relação a este jogo e ele realmente conseguiu atendende-las. Gostei muito do monstrinho e finalmente vi que estudar engenharia pode fazer diferença na vida. Depois de uma primeira nave esculhambada e uma primeira rodada fraca, consegui dar a volta por cima e venci por um placar sensacional. É um jogo muito bom, intercalando uma sequência frenética de montagem da nave em tempo real com uma rodada de viagens espaciais tranquilas onde você pode passar 4 dias lutando contra piratas espaciais.

No geral, foi uma boa semana lúdica.

3 comentários:

GamersPoA - Ubiratã Oliveira disse...

Grande amigo...
Tenho uma pequena de 6 anos e jogo o Gulo além de outros games...
Tenho o mesmo problema de abandono de jogo caso algo não saia como a moça deseja, isso se deve ao fato de elas terem tudo, poderem tudo...acho que devemos nos adequar, pois queremos muito essa "gamer", porém sem contudo ser permissivos, sempre deixo claro que querer ganhar é mais importante que ganhar e a vitória nem sempre vem porém a diversão estará lá, abandonar jogo nunca pode acontecer...
A minha dá suas roubadinhas e procuro deixar correr, corrigir sem falar, tipo retiro o alarme e coloco EU ele de volta, olhando para ela ver que senti sua intenção...
Acho que nossas pequenas com seus enormes egos não gostam de correçõe públicas e devemos respeitar isso, porém comentar depois como quem não quer nada ajuda, tentar entender o por que...
Se pegar pesado seguido, vc perderá de vez a aprceira de games...
Braços

Tiago disse...

Muito obrigado pelas dicas Ubiratã. ostei principalmente da parte de corrigir sem chamar a atenção, deve realmente ajudar.

Vamos sempre ficar atentos e criar nossos gamers direitinho.

Justus Rambaldi disse...

Olá Tiago,
Como faço para entrar em contato contigo por MSN, Tenho um evento aqui na cidade em Maio e gostaria de poder contar com a presença da Ceilikan e da Odysseia aqui. Estarei divulgando a Luderia e jogos de tabuleiro, é em Pouso Alegre - MG, estamos apenas a duas horas de carro de SP. Fica no Sul de MG próximo a divisa do estado.
Se você tiver uma unidade do Samurai que pudesse enviar eu posso ir treinando o pessoal aqui para demonstrar no dia do evento.
Inclusive gostaria até mesmo de te propor parceria
me adiciona no MSN e a gente conversa justusrambaldi@hotmail.com
Abs
Justus