quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Relato da Jogatina

Bem pessoal, um pouco atrasado, mas vamos tentar colocar logo isto aqui no ar. O pessoal chegou na Jogatina no horário exato, às 17:00, mas como fazia muito tempo que alguns não vinham, até colocar a conversa em dia, o primeiro jogo começou apenas às 18:00, com mesa cheia e mais outra mesa cheia explicando regras.
Edição com as correções e comentários de 26/08
Edição com as correções e comentários de 27/08

Ouro de Tolo
Jogadores: Tiago, Luiz, Gilberto, Evandro, Jaime e Lahja
Duração: 39 minutos
A primeira partida do dia foi um playteste para a Ceilikan Jogos. Neste jogo os jogadores são garimpeiros tentando ficar ricos de um dia para o outro. Para isso, podem minerar pedras preciosas ou ficar usando de outros artificios para enriquecer facilmente. Mas o trabalho dentro da minha é perigoso e sempre existe uma chance de você se arriscar demais e perder tudo. Como impressão geral, os novos "playtesters" gostarm, tanto que repetiram a dose.

Power Grid (EUA)
Jogadores: Eduardo, Alvaro, Thiago, Guilherme, Sofia, Monica
Duração: 180 minutos
Não tem nenhuma anotação direta da partida, e eu estava ocupado explicando o Ouro de Tolo, assim não tenho muitos detalhes da partida. Sei que foi nos EUA porque eu vi o tabuleiro.
Eduardo disse... "O Jogo do Power Grid demorou porque apenas um jogador (Álvaro) era realmente familiarizado com as regras, e tivemos que fazer algumas perguntas para pessoas que estavam jogando outro jogo.No começo do jogo Sofia foi bloqueada, atrapalhando muito seu jogo. A supervalorização das usinas de energia limpa pelos jogadores acabou ajudando os dois primeiros colocados (que estavam com usinas pouco eficientes no final do jogo (a maior dos dois era 34), porém com uma combinação de usinas mais bem planejada. O jogo foi bastante disputado entre o primeiro e o segundo lugar, Eduardo conseguiu comprar a última casa (15) e ficou sem nenhum elektro, e por 3 elektros álvaro não conseguiu mais uma casa (tinha 15 e precisava 18). Os outros jogadores não perceberam que ia ser o último turno, levando a um erro de mônica (que não comprou lixo suficiente para abastecer todas suas casas, que a deixaria em quarto lugar, e deixaria eduardo empatado em casas com Álvaro, porém sem modificar o resultado, a não ser que thiago não houvesse estocado os 3 óleos que comprou no último turno). No final, a busca por usinas muito eficientes acabou atrapalhando os outros jogadores, pois perderam tempo com usinas mais antigas. "

Ouro de Tolo
Jogadores: Tiago, Luiz, Gilberto, Evandro, Jaime e Julia
Duração: 27 minutos
O pessoal retornou as minas, desta vez armados até os dentes testando uma variante na qual os jogadores tem mais cartas à sua disposição. Nesta partida, os barbudões apreenderam que é sempre importante respeitar uma menininha de 10 anos.

Shipyard
Jogadores: Cicero Junior, Noda, JS
Duração: 136 minutos
E foi chegando mais gente na Jogatina, que já estava com as mesas lotadas. Não sei nada sobre este jogo e nem pude olhar a partida, pois o Daniel chegou depois da partida anterior e tive que me ausentar da Jogatina até ele dormir, depois o JS conta mais para a gente.
O Cicero deu mais detalhes: "Já o Shipyard foi bem mais rápido. Gostei bastante do jogo, me pareceu um Galaxy Trucker menos caótico. O setup é bem complexo, mas durante o jogo todas as fases se encaixam bem. O objetivo é montar navios e colocá-los para navegar, ganhando pontos em ambos os momentos. CAda jogador tem também cartas de objetivo que darão pontos ao final do jogo. Eu saí com uma que dava pontos por número de navios construídos, fiz alguns navios pequenos e acabei ganhando com essa estratégia.
Ótimo jogo, um pouco de quebra-cabeça. Espero jogar mais vezes."

Samurai de Reiner Knizia
Jogadores: Luiz, Fabrício, Julia, Janaína
Duração: 45 minutos
A nova edição da Ceilikan fez sua estréia na Jogatina Campinas nesta disputa entre um veterano e três novatos. O Luiz levou a melhor, mas foi apertado contra o Fabrício.

Betrayal at the House on the Hill

Jogadores: Evandro, Jaime, Luiz, Julia, Beatriz, Gilberto
Duração: 115 minutos
Desconfio que com a nova edição, o publico da Jogatina vai diminuir, já que tem muita gente que aparece só para jogar este clássico. Eles jogaram o Haunt dos Zombies, que o traidor Jaime ganhou com certa facilidade.

Leilão de Imóveis
Jogadores: Tiago, Fabrício, Janaína, Leonardo
Duração: 43 minutos
Um dos melhores jogos lançados pela GROW nos ultimos anos, pena que esta fora de catalogo. Eu estava muito enferrujado, a pontuação foi bem baixa para todos, mas venci com uma diferença mínima.

Galaxy Trucker
Jogadores: JS, Ian, Noda
Duração: 106 minutos (incluindo explicação de regras)
O João conseguiu vencer a corrida, mas não tenho maiores detalhes.

Samurai de Reiner Knizia
Jogadores: Guilherme, Lahja
Duração: 19 minutos
Nova aparição do Samurai nas mesas, mãe e filho curtindo um jogo juntos.

Intrigue
Jogadores: Alvaro, Mônica, Alan, Thiago
Duração: 100 minutos
Um casal de namorados jogando Intrigue, e o mais incrível, eles continuaram juntos depois da partida. Este filhote de Diplomacia pode ser curto, mas não perde em nada nas oportunidades de traição, sacanagem e facadas nas costas.

Agricola
Jogadores: Fabrício, Julia, Lahja, Eduardo, Beatriz
Duração: 150 minutos
O pessoal deu uma bobeada nas regras e no final, um empate triplo. Não acompanhei porque já estava me preparando para o Monster game da noite.

Samurai Swords
Jogadores: Luiz, Tiago, Jaime, Guilherme
Duração: 324 minutos
MONSTER GAME.... A partida começou a meia noite e acabou quase cinco e meia da manhã. O jogo, assim como o Samurai, é a disputa do controle do Japão durante o período de guerra civil que antecedeu o período Edo. Como sempre, as referências a batalha de Sekigahara fazem parte do jogo. Cada jogador é um Warlord, "candidato" ao posto de Shogun, mas para conseguir, é necessário dominar ao menos metade dos territórios do tabuleiro. Cada jogador tem três Daymios, que são generais que vão conquistando experiência e ficando cada vez mais poderosos nas batalhas que se seguem, mas cada provincia também pode ter um pequeno contingente de defesa. Gostei do jogo, talvez um dos melhores Area Control que já joguei.
O jogo, desde o início se polarizou em duas lutas, a do Luiz contra o Jaime e a minha contra o Guilherme, com pequenas batalhas fora destes polos para tomada de um ou outro território mais fraco. No ultimo turno, tanto o Guilherme como o Jaime foram eliminados do jogo pela destruição de seus ulotimos Daymios.

THrought the Ages

Jogadores: Cicero Junior, Noda
Duração: 270 minutos
Esta partida não foi anatada, mas me lembro dela acontecendo ao lado da mesa de Samurai Swords. Depois os jogadores podem dar mais detalhes. Foi a primeira vez que vi o jogo, ele realmente merece o Top 10, não sei, não sei...
E jura que a partida durou tudo isso? É quase a partida de Samurai Swords inteira. Sumaré, este jogo já apareceu em jogatinas, mas eu nunca tinha prestado atenção nele. Na ultima jogtina, eu joguei o irmão dele o "Roll throught the ages" mas o Luiz não estava, e acho que nem você na mesa.
O Cícero deu mais detalhes da partida: "A partida do TTA foi jogada por mim e o Noda mesmo e demorou cerca de 4h + explicação, pelo que eu me lembro. Na minha opinião, o jogo merece estar nos top10, pois tem muitas possibilidades estratégicas e ainda um senso de narrativa que é raro ver em eurogames.

Minha estratégia foi pegar o Michelangelo e garantir uma vantagem larga no início, com prédios que davam 'carinhas'.
Mas isso me deixou com uma defasagem extrema em termos militares, que o Noda, aproveitando-se do Napoleão, conseguiu transformar em uma série de guerras e eventualmente minou a diferença de pontos. Fui obrigado a usar o Churchill para me defender, enquanto ele, depois de eliminar todos os meus trabalhadores com uma Holy War, usou o Einstein para converter pontos de Ciência em Cultura. No final, acabei ganhando por UM ponto, foi bem dramático.
Pretendo comprar o jogo em breve e jogar aqui em casa, embora precise traduzir as cartas para isso. Alguém já tentou?"

Pessoal, isto foi o que estava anotado e o que consegui observar. COmo sempre, comentários, correções e tudo mais são bem vindos.

Em tempo, a próxima jogatina deve ser no dia 18 de Setembro.

Abraços,

7 comentários:

Wat disse...

No Through the Ages, os jogadores são: Cycero e Noda.
Duração: 270 minutos

Clínica Ubiratã de Oliveira disse...

Carairros...que bela jogatina...dos hard pro light sem tirar, euro-war...
Show de bola..parabéns...só faltou as fotos é sempre bom ver os jogos e a galera jogando...
braços

Sumaré disse...

Tiago... você disse que foi a primeira vez que viu o jogo... mas não era você que estava na mesa quando jogamos uma partida do Through the Ages? Eu você e o Luiz... em uma jogatina de algum tempo atrás?

Kikerus disse...

Oi. Só para aumentar a exatidão, é Cícero, não Cycero. A partida do TTA foi jogada por mim e o Noda mesmo e demorou cerca de 4h + explicação, pelo que eu me lembro. Na minha opinião, o jogo merece estar nos top10, pois tem muitas possibilidades estratégicas e ainda um senso de narrativa que é raro ver em eurogames.
Minha estratégia foi pegar o Michelangelo e garantir uma vantagem larga no início, com prédios que davam 'carinhas'.
Mas isso me deixou com uma defasagem extrema em termos militares, que o Noda, aproveitando-se do Napoleão, conseguiu transformar em uma série de guerras e eventualmente minou a diferença de pontos. Fui obrigado a usar o Churchill para me defender, enquanto ele, depois de eliminar todos os meus trabalhadores com uma Holy War, usou o Einstein para converter pontos de Ciência em Cultura. No final, acabei ganhando por UM ponto, foi bem dramático.
Pretendo comprar o jogo em breve e jogar aqui em casa, embora precise traduzir as cartas para isso. Alguém já tentou?
Abraços.
Junior.

Kikerus disse...

Já o Shipyard foi bem mais rápido. Gostei bastante do jogo, me pareceu um Galaxy Trucker menos caótico. O setup é bem complexo, mas durante o jogo todas as fases se encaixam bem. O objetivo é montar navios e colocá-los para navegar, ganhando pontos em ambos os momentos. CAda jogador tem também cartas de objetivo que darão pontos ao final do jogo. Eu saí com uma que dava pontos por número de navios construídos, fiz alguns navios pequenos e acabei ganhando com essa estratégia.
Ótimo jogo, um pouco de quebra-cabeça. Espero jogar mais vezes.

Tiago disse...

Fala Bira, Infelizmente, para tirar fotos, eu preciso ser mais um além de player e baba. Eu até limpei a memória e carreguei a bateria da camera, mas na hora, esqueci dela, me lembrei só quando o povo estava indo embora.

Eduardo disse...

O Jogo do Power Grid demorou porque apenas um jogador (Álvaro) era realmente familiarizado com as regras, e tivemos que fazer algumas perguntas para pessoas que estavam jogando outro jogo.No começo do jogo Sofia foi bloqueada, atrapalhando muito seu jogo. A supervalorização das usinas de energia limpa pelos jogadores acabou ajudando os dois primeiros colocados (que estavam com usinas pouco eficientes no final do jogo (a maior dos dois era 34), porém com uma combinação de usinas mais bem planejada. O jogo foi bastante disputado entre o primeiro e o segundo lugar, Eduardo conseguiu comprar a última casa (15) e ficou sem nenhum elektro, e por 3 elektros álvaro não conseguiu mais uma casa (tinha 15 e precisava 18). Os outros jogadores não perceberam que ia ser o último turno, levando a um erro de mônica (que não comprou lixo suficiente para abastecer todas suas casas, que a deixaria em quarto lugar, e deixaria eduardo empatado em casas com Álvaro, porém sem modificar o resultado, a não ser que thiago não houvesse estocado os 3 óleos que comprou no último turno). No final, a busca por usinas muito eficientes acabou atrapalhando os outros jogadores, pois perderam tempo com usinas mais antigas.